• Menu
  • Menu
A máscara é indispensável para viajar na pandemia com segurança

Como viajar na pandemia com segurança? 14 medidas essenciais para se proteger

Com o avanço da vacinação em território brasileiro, a retomada do turismo após o COVID-19 é iminente. Entretanto, muitos turistas ainda se preocupam sobre como viajar com segurança na pandemia — e não é para menos!

Por isso, criamos um guia completo para viajar de carro, ônibus e avião neste período incerto. Siga nossas dicas para garantir a proteção da sua família!

Viajar na pandemia é seguro?

Ainda não é possível garantir que viajar na pandemia é totalmente seguro. Afinal, muitos países estão atrás do Brasil em termos de controle da doença e vacinação. É por isso que sim, existe o risco de contágio em viagens.

Entretanto, existem uma série de medidas que podem (e devem!) ser tomadas para diminuir a circulação do vírus.

Elas ajudam no nível individual, pois podem evitar que você e sua família contraiam a doença, e também no coletivo, já que reduzem a chance de aparecimento de novas variantes de COVID-19.

Antes de viajar na pandemia, tome as precauções necessárias

As precauções para evitar o contágio de COVID-19 começam muito antes da viagem! Por isso, não deixe de incluir as medidas abaixo no seu planejamento:

1. Vacine-se com as duas doses

Viajar está fora de questão se você ainda não estiver vacinado com as duas doses! Lembre-se de que a vacina ajuda a diminuir as chances de contração do vírus e, também, abranda os sintomas caso você pegue a doença.

Além disso, não esqueça de baixar o aplicativo do ConecteSUS ou fazer cópias das carteirinhas para comprovar a vacinação no aeroporto e no destino.

2. Confira as regras de remarcação e cancelamento

Companhias aéreas e hotéis flexibilizaram políticas de remarcação e cancelamento no início da pandemia. Entretanto, o cenário está começando a mudar com a retomada do turismo.

Por isso, não deixe de conferir se sua passagem aérea ou hospedagem oferece alguma possibilidade de remarcação ou cancelamento. Se sim, veja até quando é possível realizar esse trâmite junto à empresa responsável.

Assim, você garante que não terá dores de cabeça caso não possa viajar devido às restrições do destino ou da sua saúde.

3. Busque informações sobre a situação da pandemia no destino

Nada pior do que ter surpresas negativas ao chegar no seu destino, né? Por isso, não deixe de pesquisar sobre a situação da pandemia de COVID19 antes de viajar.

Desta maneira, você estará preparado para tomar as precauções necessárias para garantir sua proteção e fazer alterações ao seu planejamento, como reduzir a estadia ou a quantidade de destinos no roteiro.

4. Prefira datas com menor fluxo de viajantes

Agora, mais do que nunca, é hora de escapar da alta temporada! Escolha as datas da sua viagem com cuidado para fugir de um grande fluxo de viajantes, tanto durante o deslocamento quanto no próprio destino.

Feriados e férias escolares, por exemplo, estão fora de cogitação para quem quer evitar o contágio. A época de final de ano também tende a ser bastante agitada.

Se for viajar para o exterior, não esqueça de conferir o calendário do país de destino e regiões próximas para garantir 😉

5. Se possível, viaje de carro

Mesmo que ainda represente um risco moderado de contágio, viajar de carro é consideravelmente mais seguro do que usar outros meios de transporte. Isso porque você não terá contato direto com outros passageiros durante o trajeto.

Sendo assim, tente planejar viagens para destinos próximos e evite parar no caminho para lanchar. Quando abastecer, por exemplo, não deixe a máscara de lado nem dentro do carro!

6. Escolha assentos estratégicos no avião ou ônibus

Se não for possível evitar o transporte coletivo, tente escolher assentos distantes de outros passageiros no avião ou ônibus.

Casais, por exemplo, podem escolher os assentos da ponta em fileiras de três lugares, para desencorajar viajantes solitários a sentarem no meio. Se estiver sozinho, tente selecionar as poltronas menos concorridas, lá no fundo do ônibus ou avião.

7. Planeje realizar pagamentos com cartão de crédito ou celular

Embora usar dinheiro vivo seja a opção mais barata em destinos do exterior, a circulação da moeda representa um grande risco de contágio de COVID-19. Por isso, tente se planejar para realizar seus pagamentos com cartão de crédito ou celular.

Se for por aproximação, ainda melhor! Mas deixe o cartão bem escondido e próximo do corpo (em uma doleira, se possível) para evitar cair em golpes.

8. Verifique as precauções tomadas por hotéis e estabelecimentos

Especialmente quando se trata de acomodação, é imprescindível saber se os estabelecimentos escolhidos estão seguindo todas as precauções necessárias para diminuir o contágio do coronavírus.

Para isso, você pode perguntar diretamente para a empresa ou ver fotos de outros viajantes nas redes sociais. Se não se sentir seguro, não tenha receio de cancelar sua reserva!

Dicas para viajar na pandemia com segurança

Chegou a hora tão esperada! Mas nada de afrouxar os cuidados pela animação de estar retomando suas andanças, viu? As precauções para viajar com segurança na pandemia são tão importantes no destino quanto no planejamento. Veja nossas dicas:

9. Use máscara PFF2 e higienize as mãos frequentemente

Não abra mão de utilizar somente máscara PFF2! Esse modelo filtra cerca de 94% das partículas, sendo a opção mais eficiente para evitar o contágio por gotículas que pairam no ar.

Para você ter uma ideia, um estudo realizado no Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP) identificou apenas de 15% a 70% de filtragem para máscaras de tecido.

Entendeu a importância de usar PFF2? 🙂 Além disso, preste atenção no modelo que você vai escolher. Dica: presilha no nariz e amarração atrás da cabeça tornam a máscara mais eficaz!

Também não esqueça de levar várias unidades para trocar a máscara de três em três horas, no mínimo.

Por último, leve também na mala de bordo uma embalagem com álcool gel. Higienize suas mãos sempre que tiver contato com superfícies ou objetos tocados por outras pessoas!

10. Pratique o distanciamento social

Nada de se enfiar nas multidões que eram tão comuns nas viagens pré-pandemia! Uma medida imprescindível para garantir sua segurança é praticar o distanciamento social.

Aqui, não tem nenhuma dica específica, né? A moral é simplesmente manter distância de outras pessoas, sejam habitantes locais ou turistas como você.

11. Faça o seguro-saúde

O seguro-saúde já era essencial antes da pandemia, e só ficou mais importante desde então! Aqui, o procedimento é diferente para viagens domésticas e internacionais.

🇧🇷 Para viajar dentro do Brasil, cheque junto ao seu plano se a cobertura se estende por todo o território nacional. Se não tiver, pesquise as principais unidades do SUS perto da sua acomodação.

🌎 Para viagens internacionais, você precisará contratar um seguro-saúde. Existe uma série de entidades que podem fornecê-lo para você, desde agências de viagem até mantenedoras de cartão de crédito.

Escolha a opção que ficar mais tranquila para você. Só não esqueça de ler as especificações da apólice com calma para ter certeza do que está sob a cobertura e não ter surpresas quando precisar usar.

12. Evite ambientes fechados e cheios, especialmente restaurantes

Para viajar com segurança na pandemia, atrações ao ar livre estão em alta! Afinal, a boa circulação de ar impede que as gotículas expelidas por pessoas contaminadas pairem no ar e infectem outras pessoas.

Por isso, dê preferência para alongar a estadia em parques, mercados, restaurantes com área externa e outros lugares amplos e abertos.

Se houver pontos turísticos em ambientes fechados que você não pode perder, como museus ou lojas, siga as medidas de segurança religiosamente e tente aligeirar a visita para se expor o menos possível.

Outra boa dica é deixar para conhecer esses lugares durante a semana, quando o movimento tende a ser mais brando do que em dias de folga.

13. Prefira tours e passeios privativos

Tours guiados coletivos são uma ótima maneira de conhecer novos amigos e aproveitar a viagem em grupo. Mesmo assim, eles precisam ficar de lado durante a retomada do turismo na pandemia!

Afinal, a ideia é manter o distanciamento social, e se juntar a um grupo é garantia de ter contato com outras pessoas. E tem mais: você não sabe se elas estão cumprindo todas as medidas de segurança!

Por isso, prefira conhecer os principais pontos turísticos sozinho. Se um guia for imprescindível, tente agendar um tour privativo antes de partir para os grupos.

14. Troque de roupa e higiezine seus objetos assim que chegar ao hotel

Uma medida que era muito comum no início da pandemia precisa ser rotina durante viagens na pandemia!

Assim que chegar ao hotel, vá direto para baixo do chuveiro! A roupa  usada para turistar deve ser lavada ou, no mínimo, arejada por 24 horas se você for usar novamente.

Depois, para levar para casa, separe-a em um saco plástico para não misturar com as peças limpas.

Além disso, os objetos que você usar na rua também precisam ser higienizados na acomodação. Para a mala, uma dica é fazer o envelopamento da mala com Protec Bag ou aplicar álcool líquido na superfície antes de usar.

Viajar com segurança na pandemia é possível com cuidado

Não há garantia de que você não vai ser contaminado pelo COVID-19 em sua viagem. Entretanto, tomando as medidas acima, você corre menos riscos e contribui para diminuir a circulação do vírus.

Nunca deixe de cuidar de você e das pessoas que estão ao seu redor! Até a próxima 🙂

Isadora

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *