Belo Horizonte: capital mineira do futebol

 

Belo Horizonte, sede da copa das confederações

A capital mineira possui uma visível paixão pelo futebol: Belo Horizonte é, inclusive, a terra do primeiro time vencedor do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro. Outros dois times tradicionais, o Cruzeiro e o América, também foram fundados no lugar. Por causa desse amor pelo esporte, a cidade está passando por diversas obras e promete ser um bom palco para a Copa das Confederações. O estádio Mineirão já voltou a funcionar, totalmente reformado e com capacidade para mais de sessenta mil torcedores.

Porém, Belo Horizonte não é apenas futebol. A cidade se destaca por ser uma das primeiras capitais planejadas do país, repleta de belas construções, como o Complexo da Pampulha. Além disso, a gastronomia regional tem crescido muito nos últimos anos devido ao concurso chamado Comida Di Buteco. É impossível passar por lá sem conferir essas e outras atrações. Veja aqui os principais pontos dessa grande cidade.

 

Atrações turísticas de Belo Horizonte

Quem vai a Belo Horizonte apenas para ver os jogos pode perder muita coisa, afinal, a cidade tem muito a oferecer aos turistas. Uma das coisas que ela tem de sobra é museu: são mais de dez deles espalhados, com temas centrais diferentes mas igualmente encantadores. O Museu de Arte da Pampulha (MAP) é uma ótima atração. Projetada por Oscar Niemeyer na orla da lagoa a pedido de Juscelino Kubitschek, a construção já abrigou um grande cassino na década de quarenta. Hoje em dia, guarda obras de arte contemporâneas de artistas como Iberê Camargo e Di Cavalcanti. Para quem gosta de programações culturais, outros dois pontos interessantes são o Museu de Ciências Naturais e o Museu da História da Inquisição do Brasil.

O conjunto arquitetônico de Pampulha é uma parada tradicional dos turistas. Além do MAP, ele inclui a Igreja São Francisco de Assis, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube. Dentre todas as construções, a igreja é a mais visitada. Ela foi inaugurada em 1943 e, como todos os projetos de Niemeyer, é extremamente moderna e arrojada. No interior, o destaque é a Via Sacra, constituída por quatorze painéis pintados por Portinari. Os belos jardins foram arquitetados por Burle Marx. Dentro do complexo, ainda foram criados uma praça, um orquidário e um parque ecológico. O último abriga diversos mamíferos, aves e répteis da fauna brasileira. Ele é aberto de terça até quinta-feira para visitas agendadas. Já para o público em geral, os dias de visitação vão de sexta a domingo, das 8h30 às 17h. A entrada é gratuita.

Conjunto Arquitetônico da Pampulha
Conjunto Arquitetônico da Pampulha

A Praça da Liberdade atrai os turistas por sua beleza e por ser o centro do Circuito Cultural de Belo Horizonte. Ele é formado pelo Espaço TIM UFMG do Conhecimento, Centro Cultural Banco do Brasil, Museu das Minas e do Metal, Memorial de Minas Gerais Vale, Centro de Arte Popular Cemig e um café, que está sendo construído entre o Museu Mineiro e o Arquivo Público do estado. Além disso, a praça está rodeada por outros prédios importantes da capital mineira, como o Edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública. Nos fins de semana, as tradicionais feiras de artesanato e apresentações culturais diversas tomam conta do local. O espaço enche-se de arte, música e pessoas de todas as idades.

Praça Liberdade em BH
Praça Liberdade em BH (foto: Andrea Fregnani)

Os turistas mais experientes já afirmaram – não há como visitar Belo Horizonte sem ir ao Mercado Central. Lá você pode encontrar de tudo: o tradicional pão de queijo, frutas, verduras, cerveja, queijos artesanais, carnes, artesanato, temperos, cachaças, cabeleireiros, flores, bijuterias, instrumentos musicais e ervas medicinais. Nos bares do Mercado, a porção mais famosa é a de fígado acebolado com jiló na chapa. Os artigos religiosos também são um destaque, e um dos itens mais procurados é a pequena capela que a briga a imagem da Nossa Senhora de Fátima. A diversidade cultural pode surpreender, já que, entre tantos artigos tipicamente mineiros, é possível encontrar bancas árabes e indianas. O Mercado Central abre de segunda a sábado, das 7h às 18h. Já nos domingos e feriados, o horário de funcionamento vai das 7h às 13h.

Mercado Central de BH
Mercado Central de BH

A vida noturna em Belo Horizonte é muito agitada, principalmente no bairro Savassi. Os tradicionais bares recebem diversos visitantes, assim como as variadas boates. O movimento fica intenso principalmente entre quinta-feira e domingo. Dentre os bares, está o Amsterdam Pub, que oferece um espaço descontraído para quem quer beber, escutar músicas, dançar ou simplesmente passar um tempo com os amigos. Também na Savassi está o Bar e Petisqueira do Polaco. Vale a pena visitar o local e provar sua salada alemã, que já foi vencedora do concurso Comida di Buteco.

 

Gastronomia Mineira

A culinária de BH surpreende os turistas. Dos botecos aos restaurantes de alto nível, a comida mineira ganha um destaque especial. Com muito queijo e regados a cerveja artesanal, os pratos típicos como o frango com quiabo, o cozido à moda mineira e o bolinho de mandioca podem ser encontrados em praticamente todos os cantos da cidade. Mas não é só isso: você também pode aproveitar restaurantes italianos, japoneses, franceses e de diversos outros lugares do mundo.

O concurso Comida di Buteco, criado para promover os pequenos bares da região, é uma atração a parte. O evento elege os melhores botecos com base na comida, bebida, atendimento e higiene dos locais. O público estimado a cada ano é de mais de 800 mil pessoas. O concurso de 2013 já aconteceu, mas você pode visitar os bares vencedores e provar os seus quitutes. O primeiro lugar ficou com o bar Patorroco, e os outros ganhadores foram os botecos Recanto da Macaca, Bar do Rei, Café Palhares e Bar da Lora.

 

Hospedagem

A variedade de hotéis na cidade é imensa, e você pode encontrá-los em todos os bairros de Belo Horizonte. Os preços variam bastante: os mais baratos custam em torno de R$89,00 por noite, enquanto os quartos em hotéis mais caros e completos saem por R$396,00.

Nesse site, é possível encontrar pousadas e hotéis de acordo com a localização desejada. Confira!

 

Transporte

Ônibus
O transporte coletivo de Belo Horizonte é bem completo: conta com trezentas linhas e uma frota com mais de dois mil veículos.

  • Tarifa: R$2,80

Metrô
O Metrô de Belo Horizonte é operado pela empresa CBTU/Metro BH. Ele possui dezenove estações distribuídas em mais de vinte e oito quilômetros de extensão.

  • Bilhete unitário: R$1,80
  • Bilhete ida e volta: R$3,60
  • Bilhete múltiplo (dez viagens): R$16,20

Confira o mapa das linhas abaixo:

Mapa do metrô de BH
Mapa do metrô de BH

Táxi
O serviço de táxi na capital mineira é considerado o melhor da América Latina e é referência para outros estados brasileiros. A frota conta com mais de seis mil veículos.
Tarifa: a tarifa das corridas pode ser calculada aqui.

Como chegar no estádio Mineirão:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *