Brasília: capital do país do futebol

 

Brasília na Copa das Confederações

Brasília, a capital do país, é conhecida mundialmente por ser um marco da arquitetura moderna. E entre tantos prédios históricos, foi erguido um templo para o futebol: o Estádio Nacional Mané Garrincha. Ele receberá apenas um jogo da Copa das Confederações, mas diversas melhorias foram feitas para acomodar os torcedores dos mais variados lugares. Nova cobertura metálica, arquibancadas e o aumento da capacidade (de 45 mil para 70 mil pessoas) foram pensados especialmente para eventos como esse. Além disso, a arena conta com bares e restaurantes, para passeio e lazer de seu público.

Mas não é só pelo evento que a cidade deve ser conhecida. Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1987 (título concedido pela Unesco), ela conta a história de nosso país em suas ruas, praças, edifícios e catedrais planejadas. O trabalho de famosos como Oscar Niemeyer, Lúcio Costa e Burle Marx deve ser conferido pelos visitantes, e pode ser visto em cada canto desse belo local. Veja quais são os principais pontos turísticos de Brasília.

 

Pontos turísticos

Não são poucos os atrativos dessa cidade, a primeira e única a ser inteiramente planejada no Brasil. O que mais chama a atenção dos visitantes são as maravilhas da arquitetura, como os palácios do Planalto, da Alvorada e do Itamaraty. O primeiro é a sede do poder executivo brasileiro, onde se encontra o Gabinete Presidencial. Ele conta com uma grande variedade de obras de arte e livros, que podem ser conferidos pelo público. Já o Palácio do Planalto é a residência oficial da presidência. Cheio de belas curvas e de um lindo espelho d’água, a construção é símbolo do progresso cultural e técnico do Brasil durante a década de 1950. Suas dependências podem ser vistas às quartas-feiras, das 15h às 17h. O Palácio Itamaraty, também conhecido como Palácio dos Arcos, abriga obras de diversos artistas modernos, como Athos Bulcão, Rubem Valentim, Sérgio Camargo, Maria Martins e Alfredo Volpi. As visitas ao local devem ser agendadas pelo telefone +55 (61) 2030 8051 e ocorrem de segunda a sexta, das 14h às 16h. Nos sábados, domingos e feriados, elas acontecem das 10h às 15h.

Palácio do Planalto
Palácio do Planalto

As igrejas também estão entre os locais mais visitados de Brasília. A Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Aparecida é diferente de todas já vistas e foi o primeiro monumento a ser construído na cidade. Como os outros edifícios, a catedral é repleta de beleza e obras de arte. A via sacra foi pintada por Di Cavalcanti e, logo na entrada, encontra-se um pilar com imagens da vida de Maria feitas por Athos Bulcão. A visitação é liberada todos os dias, menos nos horários de missa. A Igrejinha Nossa Senhora de Fátima tem uma arquitetura bastante diferenciada: sua cobertura possui o formato de um chapéu de freira. Ela foi inteiramente idealizada pela esposa de Juscelino Kubistchek e também foi decorada com obras do artista plástico Athos Bulcão. Outra igreja que recebe grande número de turistas é o Santuário Dom Bosco, construído em homenagem ao padroeiro da cidade.

Interior da Catedral Metropolitana
Interior da Catedral Metropolitana

Seguindo a linha cultural, é importante visitar o Complexo Cultural da República. O conjunto conta com o Museu da República e a Biblioteca Nacional, ambos com grande acervo de obras da literatura e arte brasileiras. O projeto original, feito por Niemeyer, ainda prevê seis edifícios nos Setores Culturais Sul e Norte. O museu funciona de terça a domingo, das 09h às 18h30. Já a biblioteca abre suas portas de segunda a sexta, das 09h às 21h. Nos sábados e domingos ela pode ser visitada das 09h às 18h. Fora do contexto arquitetônico, um belo ponto a ser conhecido é o Lago Paranoá. Feito artificialmente para aumentar a umidade de Brasília, ele ainda abriga algumas pequenas praias como a Prainha e o Piscinão do Lago Norte. Em torno delas, diversos bares e restaurantes atendem praticamente o dia inteiro. É no Paranoá que se encontra a Ponte Juscelino Kubitschek, o premiado projeto que liga a região de São Sebastião ao centro da cidade.

Ponte Juscelino Kubitschek no Lago Paranoá
Ponte Juscelino Kubitschek no Lago Paranoá

Outra área que movimenta a cidade é o turismo ecológico. Nos arredores da capital, é possível conhecer diversas fazendas, reservas naturais e cachoeiras, que se integram perfeitamente às paisagens do cerrado. Além do Jardim Botânico, o Parque Olhos D’água e o Parque dos Jequitibás são dois ótimos locais para aproveitar a natureza, e ainda possuem espaços para leitura e prática de esportes. A Chapada Imperial é outro ponto procurado por quem gosta de esportes radicais, trilhas e banhos em fontes naturais. Já quem prefere tomar banho de cachoeira deve procurar as duas mais belas de Brasília: a Cachoeira Saia Velha e a Cachoeira do Poço Azul. Nelas, os visitantes podem aproveitar as piscinas naturais, cavernas e a bela vegetação típica.

Chapada Imperial
Chapada Imperial

 

Gastronomia do serrado

A culinária da região é extremamente variada: é umas das capitais com maior diversidade de restaurantes, que vão da comida típica brasileira à mexicana, francesa, alemã, portuguesa e até mesmo peruana. A cidade não possui um prato tradicional, mas compensa nas opções de petiscos. O local mais adequado para quem quer conhecer os estabelecimentos gastronômicos é a quadra 405 sul, onde podem ser encontrados mais de vinte restaurantes lado a lado.

Entretanto, o restaurante mais premiado da região é o Taypá, que conta com uma grande variedade de pratos típicos da região dos Andes. Os dois destaques são o rocoto e o salmão novo-andino. O ambiente é extremamente agradável, e tem como decoração cerâmicas e tecidos trazidos do Peru. O preço varia: vai dos R$76,00 a R$100,00 por refeição. Uma opção mais em conta é a Pizzaria Dom Bosco, presente na cidade há mais de cinquenta anos. O cardápio é restrito a pizza de mussarela com molho de tomate e orégano, e uma fatia simples sai por R$2,20.

 

Hospedagem em Brasília

Brasília recebe pessoas de outras cidades, estados e países o ano inteiro. Por isso, o setor hoteleiro da região é bastante desenvolvido. A cidade já foi planejada com inúmeros edifícios direcionados a essa área, desde o centro até o interior. Você pode procurar hotéis de acordo com o preço e a localização desejada nesse site.

 

Transporte

Ônibus
Brasília conta com um transporte público variado, com serviços convencionais e especiais. O transporte básico é feito por microônibus, que atendem doze regiões da capital. O transporte para áreas rurais é diferenciado.
Tarifas: de R$1,50 até R$3,00

Metrô
O sistema de transporte ferroviário de Brasília é o segundo maior do país. Ele possui mais de quarenta quilômetros de extensão, vinte e quatro estações e duas linhas. Além disso, a construção do VLT (Metrô Leve de Brasília) está em andamento, mas não possui previsão de término.

Tarifas:
Bilhete unitário (dias úteis): R$3,00
Bilhete unitário (fins de semana e feriados): R$2,00
Estudantes, deficientes ou idosos: isentos

Táxi
Brasília conta com diversas empresas de táxi, como a Rádio Táxi Alvorada, a Rádio Táxi Shalom e a Brasília Rádio Táxi.
Tarifas: calcule aqui.

Como chegar no Estádio Mané Garrincha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *