Seis lugares fantásticos para saltar de paraquedas

É possível dizer que o paraquedista Humberto Siqueira Nogueira vê a vida de um ângulo privilegiado. Campeão brasileiro na modalidades Free Fly, em 2015, e recordista sul-americano na modalidade Head Down, em 2016, Humberto já visitou dezenas de países, seja para quebrar recordes ou para treinar.

A seguir, vamos falar sobre os seis lugares mais marcantes que o atleta já visitou. Confira!

Praia do Espelho (Bahia)

Praia do Espelho (Bahia)
Fonte: Mala de Aventuras

Localizada em Porto Seguro, a Praia do Espelho é considerada um lugar paradisíaco. Tem esse nome devido ao reflexo do céu e das falésias (formações geográficas litorâneas) na água quando a maré fica baixa. “A vista do salto nesse ponto é tão bonita que perdemos o fôlego durante a queda livre”, afirma Humberto.

Vale do Araguaia

Vale do Araguaia
Fonte: Revista Viagem e Turismo

Encravado entre os estados de Goiás e do Mato Grosso, na região Centro-Oeste do país, o Vale do Araguaia é atravessado pelo belíssimo Rio Araguaia, cercado por matas e coberto por praias de areia branca e fina.

São Petersburgo (Rússia)

São Petersburgo (Rússia)
Fonte: RFI

A antiga capital da Rússia, também conhecida como “Veneza do Báltico” devido à semelhança com a cidade italiana, é também um local muito procurado para saltos. Uma curiosidade é que durante o verão, o sol nunca verdadeiramente se põe na cidade. “Quando fui até lá para treinar, saltamos com o pôr-do-sol a 1:00 da manhã. Foi impressionante”, relembra Humberto.

Boituva (São Paulo)

Boituva (São Paulo)
Fonte: Naturam

Em Boituva está localizado o Centro Nacional de Paraquedismo, que reúne atletas brasileiros e internacionais. É considerada a maior área de alto do Brasil e da América do Sul. “A movimentação é tão grande que, em determinados momentos, se tem a sensação de que está chovendo paraquedistas do céu”, conta Humberto.

A cidade, que fica a pouco mais de 100 km da capital, São Paulo, é também considerado um centro de balonismo.

Chicago (Estados Unidos)

Chicago (Estados Unidos)
Fonte: Visite os USA

Conhecida por sua atmosfera urbana e cosmopolita, a cidade de Chicago, no Estado de Illinois, também considerada pela comunidade de atletas como a mais completa área de salto do mundo. A terceira cidade mais populosa dos Estados Unidos conta também com a maior área de pouso, a maior capacidade de lançamento de atletas e também de acomodação.

Devido a sua infraestrutura, o local é o mais indicado para atletas em treinamento. Em julho Humberto Nogueira irá participar da etapa final do Recorde Mundial de Head Up em Chicago. Em março será realizada a primeira seletiva para o evento.

Katowice (Polônia)

Katowice (Polônia)
Fonte: Alma de Viajante

A Polônia não é exatamente um centro de referência para o paraquedismo. Porém, é lá que está localizado o Flyspot, na cidade de Katowice, centro especializado no treinamento para paraquedistas. No início do ano, Humberto Siqueira participou de um treino especial em um túnel artificial de vento, com 5 metros de diâmetro e uma circulação fechada de ar, que proporciona uma ventilação contínua de até 330 km/h. O treinamento faz parte da preparação para o Recorde Mundial de Head Up.

Se quiser acompanhar a rotina de treinos e curtir algumas paisagens incríveis, recomendamos você a seguir o atleta no Instagram: @humbertosnogueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *