Gramado e Canela, roteiro de dois dias

A serra gaúcha é um dos destinos mais concorridos, principalmente durante o inverno brasileiro. A possibilidade de neve e os cenários dignos de cidadezinhas européias encantam os turistas, que encontram por lá uma gastronomia excelente e atrações imperdíveis. Gramado e Canela, vizinhas conhecidíssimas, são duas belas opções para um fim de semana – tanto para casais quanto para famílias com crianças.

As ruas cheias de árvores e hortênsias, os chocolates e as casinhas em estilo colonial: as duas cidades são tão charmosas que é quase impossível passar apenas dois dias por lá. Mas o Guia Viajar preparou um roteiro perfeito para quem tem pouco tempo mas deseja conhecer algumas das belezas da serra do Rio Grande do Sul. Confira!

Dia 1: Gramado

– Como você terá pouco tempo, o bom é começar em grande estilo. Então, depois de chegar cedinho em Gramado, o ideal é visitar o belíssimo Lago Negro. As árvores, trazidas diretamente da Floresta Negra alemã, deram nome ao local. Uma das maiores atrações do lugar são os pedalinhos, uma ótima opção para casais e crianças. Cada volta custa R$20,00. Quem deseja conhecer melhor a extensão do Lago negro, pode alugar carrinhos de golfe. O percurso, que dura aproximadamente dez minutos, custa R$5,00.
Lago Negro em Gramado

– Saindo do Lago Negro, aproveite para dar uma passada pelo encantador Mini Mundo. E quem pensa que essa atração é só para as crianças está muito enganado! É quase impossível não se encantar com o pequeno universo construído por Otto Höppner. Em uma hora, você pode ver as miniaturas de mais de 160 casas, edifícios e monumentos históricos de diversas partes do mundo. A entrada custa R$16,00, e o local ainda conta com uma cafeteria e uma loja de lindos brinquedos europeus.
Mini Mundo em Gramado

– Depois destes dois passeios, é hora de almoçar. São diversos os restaurantes – já que Gramado é, também, um dos centros gastronômicos da serra -, mas uma das melhores opções é a tradicional galeteria Casa Di Paolo. O local serve sopas de capelete, queijos à dorê e diversos tipos de massa, além do imperdível rodízio de galeto.
Casa Di Paolo em Gramado

– Saindo do restaurante (que fica na Rua Garibaldi), vá até a Avenida das Hortênsias. É nela que alguns dos principais passeios de Gramado se encontram. Para começar bem a tarde, siga até o Museu Hollywood Dream Cars. Ao som de clássicos do rock, você pode ver alguns dos carros antigos mais luxuosos e raros do mundo. Dos Cadillacs aos Ford Victoria: os modelos estão extremamente bem conservados e garantem a diversão da tarde.
Museu Hollywood Dream Cars em Gramado

– Voltando ao centro da cidade, você pode tomar o café da tarde em alguma casa de chá. Se a fome estiver grande, aproveite um dos famosos cafés coloniais da região. O Café Colonial Bela Vista é um dos mais tradicionais de Gramado. Também na Avenida das Hortênsias, o local oferece uma enorme variedade de delícias. Além disso, é possível desfrutar de um buffet de sobremesas com mais de trinta opções.
Café Colonial Bela Vista em Gramado

– Para relaxar um pouco, você pode aproveitar as belezas e atrações da Rua Coberta. Em uma caminhada de menos de cem metros, você pode aproveitar para conhecer alguns bares, cafés, bistrôs e lojas. Nelas, é possível encontrar de tudo: desde o delicioso chocolate artesanal de Gramado às malhas, típicas da serra gaúcha. Além disso, são diversas as lembrancinhas do local disponíveis. Também aproveite para ver o Palácio dos Festivais, onde todo ano acontece o Festival de Cinema de Gramado.
Rua coberta em Gramado

– Quando a fome bater, é hora de provar um fondue – que é outro ponto forte da cidade. O restaurante Belle du Vallais é um dos mais indicados para isso. Sua especialidade é o fondue de queijos holandeses, que leva como ingrediente o kirsch. Você também pode aproveitar o filé mignon e o frango, grelhados em pedra vulcânica, em quatorze tipos de molho. O local possui uma das maiores cartas de vinho da região, com mais de duzentas e cinquenta opções.
Belle Du Valais

Dia 2: Canela

– No segundo dia, é preciso acordar bem cedo, tomar o café da manhã e seguir para Canela. Os sete quilômetros de estrada são rapidamente percorridos, mas você pode se deparar com algumas das paisagens mais belas ao longo do caminho. Se o dia estiver ensolarado, passe pelo Mirante do Vale do Quilombo. A vista do local é inspiradora.
Canela, RS

– Saindo do mirante, siga pela Avenida das Hortênsias e entre na Estrada do Caracol. Ela leva a uma das maiores atrações da cidade: a Cascata do Caracol. Com mais de cento e trinta metros, ela é considerada a maior e mais famosa queda d’água de todo o Rio Grande do Sul. Lá, o mirante e o elevador panorâmico garantem a descida e as melhores fotos. Aqueles que quiserem se aventurar, podem enfrentar a descida pelos setecentos e cinquenta degraus da escadaria – um tanto íngreme e escorregadia.
Cachoeira do Caracol em Canela

– Durante o resto da manhã, você pode aproveitar o Alpen Park, que fica do outro lado da cidade. A vista é impressionante, e as atividades oferecem muita aventura aos visitantes. A descida de trenó é a mais procurada: são novecentos metros muito similares a uma montanha russa. Ela custa R$18,00, mas não é a única opção. Ainda podem ser praticadas tirolesa (R$22,00), escalada (R$10,00) e arvorismo (R$40,00), todos com equipamentos adequados e seguros.
Alpen Park em Canela

– O almoço em Canela fica por conta da Cantina 28, com uma especialidade bem italiana: a polenta. O prato varia entre a versão original, a recheada e a brustolada, com diversos tipos de molho. No buffet, também é possível provar o delicioso carpaccio de beterraba. Para comer no local, é necessário fazer reservas pelo telefone (51) 3282-0628.
Cantina 28 em Canela

– Depois de almoçar, é hora de conhecer mais algumas atrações de Canela. A Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes é uma delas. Conhecida como Catedral de Pedra, a igreja tem sessenta e cinco metros e conta com doze sinos. O seu belo interior pode ser visto todos os dias, das 8h30 às 11h30 e da 13h30 às 17h30.
Igreja de Canela

– O Mundo a Vapor também merece uma visita. Em seu museu, é contada a história das máquinas a vapor ao redor do mundo. As primeiras réplicas, que foram construídas no próprio local, juntam-se com outras peças raras – como o relógio a vapor. Lá também é possível tirar uma foto antiga, com direito a figurino e cenário da época da chegada dos imigrantes italianos. O Mundo a Vapor ainda conta com um café e um trenzinho, que oferece passeios à adultos e crianças.
Mundo a Vapor em Canela

– Na volta para sua pousada ou hotel em Gramado, ainda é possível visitar algumas das fábricas de chocolate mais famosas da região. As fábricas de chocolates Caracol, Florybal e Prawer ficam na Avenida das Hortênsias, e são abertas à visitação. Nas suas lojas, você pode provar diversas delícias, como o chocolate com menta e as trufas de licor.
Loja de chocolate em Canela

– Para finalizar sua estadia em Gramado, você merece um ótimo jantar! Por isso, vá ao Le Petit Clos, que oferece várias opções de fondues, carnes, aves e pescados.
Le Petit Clos

E você, já foi a Gramado e Canela? Deixe suas dicas!

Compartilhe este artigo

Artigos Recentes

Um comentário :| sobre “Gramado e Canela, roteiro de dois dias”

  1. Lucas Santos disse:

    Fomos eu e Suelen a dois meses atras a Gramado, Canela e regiao e amamos tudo, lugar incrivel, alem da hospitalidade, atendimento, beleza. so temos a agradecer ao pessoal do hotel, agencia Luxus turismo de Gramado que fez o transfer e passeios conosco super atenciosos, recomendamos viu, pena q é um pouco caro os ingressos e atraçoes da cidade. iremos voltar com certeza. Lucas

Comente!

© 2017 Guia Viajar. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie