Como levar dinheiro em viagens?

Diversas pessoas já tentaram responder qual a melhor maneira de levar dinheiro em viagens, mas as respostas são extremamente diferentes. Algumas pessoas preferem levar tudo em dinheiro; outras, optam apenas pelo cartão. Por isso, chegamos a uma conclusão: não existe a melhor forma para isso. Uma boa opção é levar um pouco de dinheiro em espécime, acompanhado por um cartão de crédito ou um cartão no estilo Travel Money.

Mas quais são as vantagens e desvantagens de cada opção? Nesse post, você pode saber um pouco mais sobre como carregar o seu dinheiro e seus cartões durante a viagem, bem como os benefícios de cada um deles. Confira!

Dinheiro em espécime

É importante levar uma boa quantia de dinheiro além dos cartões, pois você irá precisar dele para pagar tarifas de ônibus, táxis, gorjetas e outros gastos pequenos (como visitação a monumentos históricos, museus e atrações turísticas em geral). O valor deve ser estimado de acordo com o tempo da viagem e o destino, pois existem alguns locais com custo de vida mais caro do que os outros.

Uma ótima dica para carregá-lo é não concentrá-lo em apenas um lugar. Coloque-o em cintos, meias e naquelas bolsinhas especiais para armazenamento de dinheiro e documentos, que ficam por dentro da roupa. Assim, se você perder alguma quantia, ainda terá disponível outra.

Pochete para levar dinheiro na viagem

Vantagem: o dinheiro certamente será aceito em qualquer estabelecimento.
Desvantagens: uma vez perdido, fica praticamente impossível de recuperar seu dinheiro. Outra desvantagem é o câmbio: ele varia de acordo com cada casa, então é possível sair no prejuízo na hora de trocar seu dinheiro para moeda local. Além disso, é muito mais difícil controlar os gastos.

Cartão de crédito

Os cartões de crédito podem até parecer uma opção bem prática, mas cuidado: as tarifas podem fazer com que você leve um susto quando receber a conta. Mesmo assim, é bom levá-lo para algumas pequenas despesas eventuais. Caso você perca a quantia de dinheiro levada, ele pode ser sua única salvação. Mas é bom tomar alguns cuidados com ele:

Cartão de Crédito
Tenha cuidado com as tarifas do seu Cartão de Crédito
Anote o número do cartão e deixe com alguém no Brasil. Em caso de perda, o banco precisa desse dado para bloqueá-lo.
Faça um seguro para roubos. Caso alguém gaste uma quantia em seu nome, esse tipo de seguro garante o reembolso.
Comunique ao seu banco que você irá viajar. É bom informar seu itinerário, quantos dias você passará fora e pedir o desbloqueio do cartão internacional.
Peça todos os números de atendimento ao consumidor, pois você pode precisar dele.

 

Vantagens: a cotação do dólar comercial vale a pena, além da praticidade de uso.
Desvantagens: o IOF (imposto sobre operação financeira) é bem alto, e é cobrado a cada saque. Além disso, você paga o dólar conforme a cotação do dia do vencimento da fatura, o que pode trazer prejuízos.

Travel Money

Visa Travel Monay
Visa Travel Monay
Já fizemos um post específico sobre o Visa Travel Money e suas vantagens, então vamos apenas a um pequeno resumo: o Travel Money é um cartão pré-pago. Ele funciona como um cartão de débito, pois o dinheiro é descontado imediatamente. O VTM é muito prático, fácil de usar e, por isso, acaba sendo um dos favoritos dos viajantes.

Vantagens: são inúmeros os benefícios desse tipo de cartão. Ele é recarregável e extremamente fácil de bloquear em caso de perdas e roubos. Também é aceito em diversos estabelecimentos e os saques podem ser efetuados em qualquer ATM da bandeira Visa (ou da bandeira do Travel Money escolhido).
Desvantagens: embora muito menores do que as do cartão de crédito, ainda existem taxas para saque com esse tipo de cartão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *