• Menu
  • Menu

Londres para principiantes

É impossível visitar Londres sem se encantar. O coração do Reino Unido é uma perfeita união entre o antigo e o novo, demonstrando isso em cada um de seus pontos turísticos.

Para conhecer um local tão rico e com tantas atrações culturais, você poderá precisar de muito mais do que apenas uma semana ou um mês. Mas se você não tem tanto tempo disponível, não se preocupe: preparamos um guia com os principais pontos para visita, meios de transporte, moeda e outras informações indispensáveis para uma estadia agradável na cidade da Rainha. Confira!

 

Pontos turísticos em Londres

A capital inglesa tem muito a oferecer aos seus turistas. Inclusive, alguns estudos apontam Londres como a cidade com maior densidade de pontos turísticos do mundo. Os diversos museus, palácios, abadias e construções históricas atraem cerca de 27 milhões de pessoas por ano. Veja quais são os locais imperdíveis para os visitantes de primeira viagem.

Não deixe de conferir também nosso post sobre
o que fazer em Londres em 10 dias!

1. Big Ben e o Westminster Palace

É óbvio que você já deve ter ouvido falar do principal ponto turístico londrino. A marca registrada da cidade faz parte do Palácio de Westminster e fica na Torre Elizabeth II (Big Ben não é o nome da atração em si, apenas do sino de aproximadamente treze toneladas que se encontra nela). Já o palácio, Patrimônio Mundial da Unesco e antiga residência da Família Real Britânica, pode ser conhecido aos sábados, quando é oferecido um tour guiado pelos prédios que o compõem.

2. Westminster Abbey

A Abadia de Westminster é uma enorme igreja em estilo gótico datada do século XI, extremamente famosa por ser o local onde ocorre a coroação dos monarcas e a maior parte dos casamentos reais. Além disso, lá foram enterrados os corpos de diversas personalidades e intelectuais ingleses, como Isaac Newton e Charles Darwin. A Abadia, considerada uma das principais construções religiosas de todo o território inglês, pode ser visitada segunda, terça, quinta e sexta, das 9h30 às 15h30, quarta, das 9h30 às 18h ou sábado, das 9h30 às 13h30. O ingresso custa £18 para adultos e £8 para crianças.

3. London Eye, the Millennium Wheel

A famosa roda-gigante de 135 metros é a maior da Europa e segunda maior do mundo, ficando atrás apenas da Singapore Flyer, situada no continente asiático. Foi inaugurada para comemorar a chegada do novo milênio, no ano 2000. Em uma volta de aproximadamente trinta minutos, os turistas podem ver melhor o rio Tâmisa, os prédios do parlamento inglês e o restante da bela cidade. Ela pode ser visitada diariamente das 10h às 20h30 (de dezembro até março). De abril à agosto, o horário estende-se até as 21h30. Cada passeio custa em torno de £20.

4. Buckingham Palace

O Palácio de Buckingham é a morada oficial da monarquia britânica (embora a Rainha prefira o Palácio de Windsor). Ele só recebe turistas durante o verão, que vai de agosto até o início de outubro. Os ingressos custam £19 para os adultos e cerca de £11 para crianças. Durante todo o ano, a maior atração do palácio é a troca da guarda. A cerimônia ocorre às 11h30 diariamente, de maio a julho. No resto do ano, só é possível vê-la em dias alternados ou quando as condições climáticas permitem. Você não precisa pagar nada para assistir, mas é recomendado chegar com uma hora de antecedência no local.

5. Tower Bridge

Outro dos principais símbolos de Londres, a Tower Bridge é uma construção composta por duas torres. Elas são unidas por uma ponte, que sobe eventualmente para a passagem de embarcações maiores. As antigas passarelas, datadas de 1894, foram fechadas, dando espaço a um pequeno museu sobre a história da ponte, o Tower Bridge Experience. Considerada um dos melhores edifícios do território britânico, ela já teve destaque em alguns filmes, como “O Diário de Bridget Jones”, “007: O Mundo Não É O Bastante” e “Sherlock Holmes”.

6. Torre de Londres

À primeira vista, a Torre de Londres pode ser considerada um tanto sinistra. O monumento histórico, localizado na margem Norte do Tâmisa, é datado de 1078. A torre foi construída para proteger a região de invasões, mas já funcionou como morada de monarcas, sede da Casa da Moeda, zoológico e até local de execução e tortura. Hoje em dia, ela serve para guardar as jóias da Coroa Britânica. A Torre também abriga uma colônia de corvos que, segundo lendas, causariam o fim de todo o império se deixassem o lugar.

7. Oxford Street e Camden Town

A Oxford Street é uma das ruas de compras mais famosas da Inglaterra, abrigando cerca de trezentas lojas ao longo de três quilômetros. Lá é possível encontrar de tudo – desde peças de luxo até artigos mais baratos. Já Camden Town é marcada pelo estilo alternativo e punk dos frequentadores. A região já foi moradia de diversos músicos e artistas famosos, como Amy Winehouse. As ruas desse bairro são repletas de lojas e mercados, perfeitos para quem gosta artigos interessantes e bons preços.

8. British Museum e O Museu de Cera Madame Tussauds

Se você não gosta muito de museus, não tem problema: a visita ao British Museum vai mudar a sua opinião. A construção de três andares abriga mais de treze milhões de peças históricas, como incríveis máscaras astecas, esculturas egípcias e gregas. A entrada é gratuita. Já o Museu de Cera Madame Tussauds é espantoso: todas as estátuas, que vão dos Beatles até Hitler, são perfeitas e cheias de detalhes. O ingresso custa £30 para adultos e a partir de £25 para crianças. Os horários de funcionamento variam muito, e podem ser conferidos aqui.

 

Transporte

Metrô de Londres
O metrô de Londres (London Underground) é um dos meios mais utilizados para se locomover pela extensa cidade e seus arredores. Ele é o sistema mais antigo e extenso de todo o mundo, contando com 268 estações e aproximadamente 400 quilômetros. Os preços variam conforme o horário, podendo variar entre £4 e £15. Confira um mapa das linhas inglesas e seus percursos.

Mapa do Metrô de Londres
Mapa do Metrô de Londres

 

Ônibus

O sistema de ônibus inglês é um dos melhores e mais completos do mundo., oferecendo fácil acesso à diversas regiões da cidade. Você pode encontrar diversas informações, como custo da passagem e itinerários, no site da Transport For London.

Táxi

Quem quer andar nos black cabs ou nos minicabs pode ter que desembolsar um pouco mais. Você pode calcular o preço da corrida aqui. Existem algumas regras para viajar de táxi em Londres. Antes de entrar no carro, você deve informar o destino desejado ao motorista. Também é comum dar a ele uma gorjeta de cerca de 10% do valor da corrida. Além disso, você paga ₤2 a mais se pedir o táxi por telefone.

Mão Inglesa

Se você quiser alugar um carro para dirigir pelas ruas de Londres, muito cuidado: você pode ter alguns problemas para se acostumar com a chamada mão inglesa. Nesse sentido de circulação, o carro deve se manter à esquerda da pista. Veja quais são as outras mudanças:
A ultrapassagem deve ser feita pela direita.
As rotatórias são circundadas em sentido horário.
A maior parte das placas de trânsito se situam no lado esquerdo da via.
O banco do motorista e o volante ficam do lado direito, e o motorista deve utilizar a mão esquerda para efetuar as trocas de marcha.

 

Moeda – Libra esterlina

A moeda inglesa oficial é a libra esterlina (£). Dentre todas as moedas, ela é considerada a mais valorizada de todas, superando inclusive o euro e o dólar. Atualmente, £1 equivale a R$3,08, mas a cotação atual pode ser vista em sites como o portal Uol.

 

Clima em Londres

O clima de Londres pode variar extremamente dentro de um dia, indo da chuva ao sol. É sempre bom carregar uma sombrinha ou guarda-chuva, pois o céu é predominantemente nublado e a garoa fina é uma ocorrência comum. A região também é conhecida pelo verão suave (com temperaturas dificilmente chegando aos 30ºC) e o inverno rigoroso, com nevascas.

Temperatura média

Janeiro: mínima de 1ºC – máxima de 6ºC
Fevereiro: mínima de 1ºC – máxima de 7ºC
Março: mínima de 2ºC – máxima de 10ºC
Abril: mínima de 6ºC – máxima de 14ºC
Maio: mínima de 9ºC – máxima de 19ºC
Junho: mínima de 13ºC – máxima de 20ºC
Julho: mínima de 14ºC – máxima de 24ºC
Agosto: mínima de 14ºC – máxima de 24ºC
Setembro: mínima de 12ºC – máxima de 20ºC
Outubro: mínima de 8ºC – máxima de 14ºC
Novembro: mínima de 5ºC – máxima de 10ºC
Dezembro: mínima de 4ºC – máxima de 6ºC

Thais Marconatto

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *